#BlogFSH

Título da postagem

6 dicas para quem precisa estudar nos fins de semana

Postado em 04/08/2017 14:39:47

Se você trabalha ou tem uma rotina de aulas e estágio pesada durante a semana, provavelmente é daqueles alunos que precisam estudar nos fins de semana. Isso pode ser um grande desafio para a maioria das pessoas, afinal, há diversas distrações e eventos aos sábados e aos domingos.

Como, então, colocar em prática essas sessões de estudo? Confira, a seguir, seis dicas que podem te ajudar nessa missão:

Planeje uma carga horária de estudos possível

Não adianta de nada querer estudar 12 horas por dia nos fins de semana se essa carga não vai funcionar para você. Há quem tenha que namorar, comparecer a aniversários, passar um tempo em família, encontrar-se com os amigos, tirar o atraso das atividades domésticas que ficaram acumuladas durante a semana, entre outras atividades da vida social.

Por isso, fica difícil estabelecer metas muito ambiciosas para estudar nos fins de semana. Aliás, se você fizer isso e não conseguir cumpri-las, vai se frustrar e desanimar de estudar de vez.

Que tal escolher uma carga de horários possível de ser cumprida? Seja realista nessa hora! Coloque na ponta do lápis exatamente quais atividades você tem para cada fim de semana, com quantas horas de sono pode contar, entre outras coisas que preenchem o seu tempo nesses dois dias.

Comece por aí e vá aumentando gradualmente as suas horas de estudo, a depender também de sua necessidade (provas na faculdade, concursos, vestibular etc.).

Mantenha o foco para conseguir estudar nos fins de semana

Foco é a palavra-chave de quem precisa estudar nos fins de semana. Lembre-se dos seus objetivos que fizeram você estudar — como a possibilidade de melhorar de vida, conseguir um bom emprego, passar em um concurso etc.

Se você for uma pessoa que precisa de ajuda para visualizar melhor esses objetivos, um quadro motivador no local de estudos ajuda muito também. Escreva frases motivacionais, cole figuras que remetem aos motivos pelos quais você está estudando, entre outros recursos visuais que te estimulem a manter o foco sempre que você pensar em desistir.

Por falar em local de estudo, é imprescindível contar com um espaço adequado em sua casa para poder estudar livre de distrações e manter esse foco. De preferência, um escritório ou quarto no qual você poderá fechar a porta e se isolar dos barulhos e distrações que qualquer casa têm nos fins de semana.

Tenha uma conversa com os seus familiares ou com os seus colegas de apartamento para explicar a eles a importância desses momentos de estudo. Você deve poder estudar sem interrupções constantes — por isso esse apoio é tão essencial.

Tenha disciplina para manter a regularidade dos estudos

Disciplina também é imprescindível para manter uma rotina de estudos nos fins de semana. Você terá que enfrentar diversos tipos de distração: jogos de futebol, séries e programas de TV, filmes em cartaz no cinema, shows e eventos em sua cidade, familiares em casa demandando atenção…

Nada melhor do que disciplina para resistir a essas distrações. É difícil, mas é preciso saber dizer “não”. Esse é um exercício difícil no começo, principalmente porque você, os seus amigos e os seus familiares não vão saber lidar bem com o fato de que os finais de semana agora também são tomados por estudos.

No entanto, basta ter disciplina para separar os momentos de estudo e os momentos de lazer. Se você se organizar bem e cumprir fielmente o que foi planejado, vai sobrar tempo para fazer tudo.

banner 2.png

Separe espaços na agenda para momentos de lazer

Por falar em sobrar tempo para momentos de lazer, qualquer pessoa precisa de descanso. Ainda mais para quem trabalha durante a semana, é impossível ficar exclusivamente por conta dos estudos nos fins de semana. Se você tentar colocar isso em prática, em poucas semanas já estará cansado, desmotivado e prestes a desistir de tudo. A qualidade dos estudos cai e você acaba não rendendo mais.

Guarde alguns momentos preciosos dos fins de semana para descansar. Idealmente, você não vai passar a sexta e o sábado à noite na balada porque simplesmente não vai conseguir estudar nos dias seguintes.

Em vez disso, dê preferência a atividades mais leves, como fazer uma caminhada ao ar livre, assistir a um filme, praticar exercícios físicos com os amigos (futebol, ioga, andar de bicicleta etc.).

Você precisa desses momentos para voltar aos estudos (e à semana de trabalho) com as energias renovadas, com o corpo descansado e com a mente mais tranquila.

Realize pequenos intervalos de descanso

Essa é uma boa dica, especialmente para quem se vê muito tentado a largar os livros nos fins de semana. Estabeleça pequenas metas de estudo, com intervalos de “recompensa” entre elas. Por exemplo: estudar intensamente 50 minutos e ter 10 minutos de folga. Esses intervalos fazem com que seu cérebro descanse um pouco e volte mais focado para as sessões de estudo posteriores.

Se você acha que 50 minutos de estudos intenso é muito tempo para os fins de semana, pode testar a técnica pomodoro, que envolve sessões de 25 minutos de estudo (em média) e intervalos regulares entre elas. Vale a pena experimentar!

Estude os conteúdos de acordo com as suas prioridades

Além de todas essas dicas, você também precisa otimizar o tempo de estudos aos finais de semana. Para isso, ajuda muito você ter planejado exatamente o que vai estudar nesse período. Um plano de estudo que contenha as suas principais prioridades, os pontos mais críticos da matéria, os exercícios cobrados em sala, entre outras atividades, acaba servindo como um “guia” de estudo.

Se você está estudando para um concurso público, por exemplo, o planejamento por ser feito a partir do edital dos concursos anteriores; se você está estudando para a faculdade, é preciso saber o material programático de cada disciplina do semestre, bem como a data de cada prova e exercício avaliativo.